27 de março de 2012

Regras Básicas

Quando eu te beijar
deixa teu corpo mole
para que eu console
toda sua dor

Quando eu te beijar
deixa a alma leve
e assim se escreve
uma história de amor

Quando eu te beijar
esquece teu passado
e me abrace apertado
sentindo meu calor

Quando eu te beijar
me esquenta teu corpo macio
como na noite de frio
debaixo do cobertor

Quando eu te beijar
abre a porta do coração
tudo o mais é ilusão
não importa o que for
e quando durante o beijo
sentir finalmente o lampejo
de que é para toda vida
não sinta medo e me aperta forte
porque amor desse tamanho
resiste até à morte

Quando eu te beijar
não paremos no meio
quero todo o devaneio
que desprende desse amor

Quando eu te beijar
não pense no futuro
só inspire esse ar puro
que só agora tem valor

Quando eu te beijar
deixa que o peito afrouxe
deixa que desabroche
lento como uma flor

Quando eu te beijar
deixa teu corpo mole
deixe que decole
alto a ver o sol se pôr

Quando eu te beijar
me dá uma abraço brando
deixa seu preto e branco
e venha para minha cor
te quero aos meus braço, lânguida
de olhos fechados, cândida
a sentir a ternura
de nossa música a se compor

E deixe que tudo se exploda
pois ao comemorar a boda
terá valido o nosso amor

3 comentários:

Ednea disse...

Lindo !!

Marcio Paschoal disse...

Boa!!! coloque no final "comemorar"

Fabio Minervini disse...

Olhos de lince, mestre Paschoal! Obrigado!